VOCÊ SABIA QUE MANTER UMA HIGIENE ORAL ADEQUADA PRESERVA A BOA SAÚDE DO CORAÇÃO?




A endocardite infecciosa é uma infecção do tecido subjacente ao coração, o endotélio. Esta infecção tem consequências drásticas e altas taxas de mortalidade. A endocardite é o resultado de bactérias que atingem a corrente sanguínea após atividades de higiene, realizadas na nossa rotina diariamente, por exemplo, a escovação dentária, uso de fio dental. Além disso, após procedimentos dentários, antecedente desta infecção previamente, pacientes com próteses valvares, cateteres vasculares, marca-passo e outros dispositivos implantáveis.


Entre as medidas de prevenção, manter uma boa higiene bucal com visitas de 6 em 6 meses ao dentista, sem dúvidas, é a melhor estratégia de prevenção de endocardite. Outra medida considerada importante é o uso de antibiótico profilaxia, antes de procedimentos dentários com manipulação da gengiva, ou em região periapical dos dentes ou com perfuração da mucosa oral.


Não podemos esquecer que o diagnóstico e o tratamento precoce reduzem drasticamente à mortalidade. Sabe-se que apesar da pandemia, não devemos adiar nossas consultas periódicas aos nossos profissionais de confiança.


E você? Já foi ao seu cardiologista esse ano? E consultou seu dentista?


Um grande abraço. Excelente semana!


Referências: Sobreiro DI, Sampaio RO, Siciliano RF, Brazil CVA, Branco CEB, Lopes ASSA, Tarasoutchi F, Strabelli TMV. Diagnóstico Precoce da Endocardite Infecciosa: Desafios para um Prognóstico Melhor. Arq Bras Cardiol. 2019; 112(2):201-203.


12 visualizações0 comentário
Enviar a matéria pelo WhatsApp