Enviar a matéria pelo WhatsApp

PESSOAS COM DEPRESSÃO, ANSIEDADE E TOC PODEM SOFRER MAIS DURANTE A QUARENTENA


O TOC (transtorno obsessivo compulsivo) é um transtorno no qual o paciente apresenta pensamentos, ideias e sensações recorrentes e não desejados, denominadas obsessões. Essas obsessões fazem com que o indivíduo reaja com ações repetitivas, que são as compulsões, em geral realizadas para aliviar o desconforto comumente associados às obsessões. É muito frequente ansiedade estar associada aos quadros de TOC.

Uma das possíveis manifestações do TOC inclui obsessões de contaminação (pensamentos ou ideias de que se está contaminado) e compulsões de limpeza (comportamentos repetitivos, que podem incluir a limpeza das mãos e a higienização de um modo geral). Tais sintomas interferem significativamente no dia a dia, prejudicando as atividades acadêmicas, laborais e as interações sociais.

Os pacientes com TOC podem sofrer bastante com a necessidade excessiva de higiene. Em situações como a atual, em que a luta contra o novo coronavírus tem a lavagem das mãos como uma das principais medidas de prevenção, os pacientes que já tinham essa compulsão pela limpeza tendem a exercê-la ainda mais, o que pode resultar em piora do seu estado mental e maior dificuldade no controle do transtorno.

É interessante destacar que a compulsão é uma forma que o paciente encontra de aliviar mentalmente a pressão causada pelas obsessões. “Nos casos de TOC por limpeza e arrumação, podemos entender que o objetivo do paciente é tentar manter o ambiente da maneira com que ele está habituado para se sentir seguro. Outra possibilidade seria para evitar. Em todos esses casos, é muito importante que os pacientes, além das medidas de tratamento (psicoterapia ou acompanhamento psiquiátrico), adotem cuidados diários capazes de ajudar no controle dos sintomas, como a prática regular de exercícios físicos. Também é válido preencher o tempo com outras atividades prazerosas e estimulantes, se hidratar, se alimentar de forma saudável e buscar ter sempre um sono de qualidade, que seja restaurador.

Para conseguir tudo isso, deve-se ter uma rotina bem definida e equilibrada, com horários adequados para cada ação do dia. Outra medida importante é estar em contato constante com os entes queridos, seja por mensagem ou por chamada de vídeo. Manter a socialização, ainda mais com familiares e amigos, é essencial para auxiliar no controle de todos esses transtornos. Procurar ajuda profissional pode ajudar o indivíduo a ter uma vida com mais qualidade e saudável.


0 visualização

A vida nos enche de motivos para Celebrar. É só prestar atenção aos detalhes para ver que, ao nosso redor, existem inúmeras razões para festejar, comemorar, reunir e partilhar.

© 2016 Revista Celebrar - Todos os Direitos Reservados - Este Site Foi Orgulhosamente desenvolvido por: Agência Integre

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube