EU ERA ATIVO, FIQUEI SEDENTÁRIO DURANTE A PANDEMIA.E AGORA? JÁ POSSO RETORNAR PARA MINHA ATIVIDADE



A recomendação da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) e Medicina do Exercício e do Esporte é que todo o indivíduo que deseja retornar à realização de atividade física seja avaliado por um médico cardiologista, mesmo que estas eram rotineiras.


Esta avaliação minuciosa tem como objetivo reduzir os índices de morte súbita. Com ela é possível identificar doenças cardiovasculares genéticas responsáveis por essas mortes. No cenário atual, identificar lesões ao músculo cardíaco causadas pelo coronavírus, mesmo nas pessoas que testaram positivos para o SARS-CoV2 e permaneceram assintomáticos ou apenas com sintomas leves. Dessa forma, não descarta as miopericardites nesses pacientes.


A recomendação atual da SBC “todos aqueles que tiveram COVID-19, assintomáticos ou não, passem por avaliação médica, preferencialmente cardiológica, incluindo pelo menos anamnese, exame físico e eletrocardiograma (ECG) de repouso de 12 derivações”.


Dependendo quadro desenvolvido por alguns pacientes, a critério do cardiologista, outros exames como Ecodopplercardiograma, Teste Ergométrico, Troponina Ultra-sensível, Holter de 24 horas e até Ressonância Magnética Cardíaca, entre outros podem ser lançados mão.


Uma informação muito importante é que não é preciso repetir o exame de RT-PCR após a resolução dos sintomas nos pacientes sintomáticos para retornar à atividade física. Sabe-se que este exame pode manter-se positivo por até 12 semanas após o quadro agudo, ou seja, sem necessariamente indicar que o paciente é potencial transmissor do SARS-CoV2.


A mensagem do dia é: A avaliação pré-atividade física é de suma importância para todos os indivíduos que foram infectados ou não pelo COVID-19.

PROCURE SEU CARDIOLOGISTA. Vamos vencer o sedentarismo.

Um grande abraço à todos. Feliz 2021!