Enviar a matéria pelo WhatsApp

Espaço Schengen: o que é, como funciona e regras para entrar


Uma informação que talvez você já saiba: brasileiro não precisa pedir visto para viajar à Europa como turista. E pode passear à vontade entre a maior parte dos países europeus, sem precisar mostrar um documento cada vez que entra e sai de um deles.

Agora uma informação que talvez você não saiba: isso só é possível graças ao Acordo de Schengen! Em vigor desde 1985, o Acordo de Schengen (ou Tratado de Schengen) prevê a criação do Espaço Schengen.

O Acordo de Schengen resulta da convenção de diversos países da Europa onde estes, signatários do acordo, desenvolvem políticas de abertura das fronteiras para uma livre circulação de pessoas por até 3 meses (90 dias).

São, ao todo, 26 países. Todos integrantes da União Europeia (menos Reino Unido e Irlanda) e três que não são da União Europeia, mas aderiram ao Acordo de Schengen: Islândia, Noruega e Suíça.

O Espaço Schengen permite que cidadãos dos países signatários e turistas circulem livremente, sem a necessidade de apresentar documentos ou passaporte quando cruzam fronteiras. Obviamente que todos devem portar, em viagem, um documento de identificação. No caso dos turistas brasileiros, devem portar o passaporte, mas normalmente eles não são solicitados nas fronteiras entre países pertencentes ao Espaço.

Vou finalizar com um alerta: Schengen pode parecer um acordo liberal, e é, mas não abuse.

O controle de entrada, saída e permanência de pessoas é bastante rigoroso, e quem tenta burlá-lo, ficando mais de 90 dias sem pedir visto ou entrando sem seguro viagem, acaba se dando mal. A pessoa será pega eventualmente e terá de responder por esse ato – de maneiras pouco agradáveis.

Isso inclui pagamento de multas pesadas, deportação da Europa, barragem e até mesmo processos criminais. Então respeite o Espaço Schengen e aproveite ao máximo todos os benefícios que esse incrível acordo concede.

Buone vacanze!

#matériascapa #capa

15 visualizações0 comentário

A vida nos enche de motivos para Celebrar. É só prestar atenção aos detalhes para ver que, ao nosso redor, existem inúmeras razões para festejar, comemorar, reunir e partilhar.

© 2016 Revista Celebrar - Todos os Direitos Reservados - Este Site Foi Orgulhosamente desenvolvido por: Agência Integre

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube