Enviar a matéria pelo WhatsApp

O não as vezes é necessário.


Limites são necessários para qualquer ser humano, pois, por meio deles alcançamos equilíbrio e maturidade. Pais que não impõem limites aos filhos acabam criando pequenos reis e rainhas e, consequentemente, tornando-se seus súditos.

Somente quem já recebeu um “não” na vida consegue compreender a especificidade da palavra humildade. Somente aqueles que não foram correspondidos no que queriam, em algum momento de sua história, sabem compreender que sua vontade não é absoluta e que nem sempre estão certos.

O equilíbrio entre o sim e o não ajuda as crianças a descobrirem o que é certo e o que é errado, ensina que regras precisam ser respeitadas, os valores da família, além de ensinar a criança a controlar suas emoções e frustrações. Somente assim os pais poderão estabelecer os limites na educação infantil.

O sentimento de culpa dos pais, principalmente os que querem suprir a ausência, é a principal razão dos excessivos “sim” que as crianças ouvem ao pedir um brinquedo desnecessário, um passeio fora de hora ou a quebra das regras da casa, especialmente quando o pedido é seguido por choros, birras, biquinhos e cara emburrada.

Nesses casos o ato de amor é dizer não, e não ao contrário como muitos acreditam. Se a birra acontecer em lugares públicos, a dica é levar a criança para um local mais tranquilo, mesmo que seja um canto da loja de brinquedos, segurar seus braços firmemente, porém sem machucar, olhar em seus olhos e falar com firmeza qual comportamento você não aceita.

Mantenha a calma e controle o tom de voz, uma voz firme é mais eficiente que gritos. Além de dizer não é importante explicar de forma que a criança entenda a razão da negativa, porém a melhor forma de assimilar é com o exemplo dos pais, a criança observa muito e aprende muito mais com o exemplo do que com palavras.

Quando os pais se comportam com ética e tratam seus filhos com respeito, educação e amor, os filhos consequentemente desenvolverão o mesmo comportamento.

O sim também é imprescindível e faz parte da educação infantil, especialmente quando aplicado para reforçar atitudes positivas. É importante aos pais buscarem o equilíbrio entre o sim e o não e manterem a coerência, pois de nada adianta dizer que não pode comprar aquele brinquedo caro hoje e amanhã chegar em casa com o brinquedo nas mãos porque não resistiu ao choro do filho na hora de dormir. O equilíbrio sempre será fundamental da educação infantil, é necessário estabelecer limites, porém sempre com muito amor e carinho.


13 visualizações

A vida nos enche de motivos para Celebrar. É só prestar atenção aos detalhes para ver que, ao nosso redor, existem inúmeras razões para festejar, comemorar, reunir e partilhar.

© 2016 Revista Celebrar - Todos os Direitos Reservados - Este Site Foi Orgulhosamente desenvolvido por: Agência Integre

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube