Enviar a matéria pelo WhatsApp

Exercícios físicos na gestação


Barrigudinhas de plantão, hoje vou falar com vocês. Calma, não estou chamando ninguém de gorda (hehehe), estou falando das gestantes, ou até mesmo com quem está planejando engravidar. Ter uma gravidez saudável é muito importante para a mãe e para o bebê, isso inclui atividade física, desde que seja liberada pelo médico. Nessa semana vou contar um pouco como foi a minha experiência e a de outras mamães.

Antes de engravidar eu estava correndo, ou seja, estava bem ativa. Assim que descobri que tinha uma sementinha dentro de mim a médica pediu que eu parasse de correr, por precaução, mas continuasse me exercitando. Nos primeiros meses fiz pilates e a partir do quinto mês entrei na hidroginástica. Fiquei até 36 semanas, só parei porque chegaram as festas e a academia entrou de recesso. Para mim foi super positivo. Sempre fui muito ativa, então isso ajudou.

Mas é claro, que a gestante tem que respeitar seu ritmo e as orientações do médico.

Caroline Baldasso, é mamãe sarada! Está de 36 semanas, quase chegando o grande momento e continua fazendo atividade física.

Antes de engravidar a empresária já praticava crossfit e musculação. “ Descobri que estava grávida, parei o crossfit, fiz exames e o médico liberou para continuar a musculação. Continuei fazendo exercícios, diminui as cargas, fiz tudo com moderação, mudou o treino, passei a ir de duas a três vezes na semana. Meu treinador foi respeitando meu ritmo. Conforme a barriga foi crescendo ia adaptando respeitando meu limite”, explicou.

Carol engordou 10 quilos até agora, mas a preocupação dela não é com o peso, é com a saúde. “ Minha intenção era me manter saudável na gestação, durante toda a gravidez passei muito bem. Não tive dor nas costas, nem nas pernas, não tive nenhum incomodo durante a gestação, acho que foi por conta da atividade física. Eu recomendo, mas tem que ter liberação do obstetra e ter acompanhamento de um profissional responsável”, alerta.

Para quem gosta de exercícios mais tranquilos o pilates é uma boa opção. A fisioterapeuta, Newellen Garcia dá exercícios específicos para gestantes que também ajuda na hora do parto, seja normal, ou cesárea.

“A preparação para o parto trata essas alterações comuns da gravidez, alongando, fortalecendo e relaxando os grupos musculares específicos, associado à ginástica íntima que fortalece o assoalho pélvico. Isso tudo ameniza os desconfortos e previne as dores musculares e lombares que normalmente ocorrem durante a gestação”, detalha.

O corpo da mulher, durante a gestação, passa por alterações de modo que fique adaptado no momento em que o bebê dá sinais de que está pronto para nascer. Durante a gravidez, o corpo irá desenvolver-se e se adaptar naturalmente, independente da escolha de parto da mulher.

“As articulações da mulher sofrem ação de hormônios neste período, a gestante poderá desenvolver desconfortos, queixas álgicas em algumas partes do corpo, sendo a mais comum à região lombo-sacro, irradiando para o nervo ciático, em alguns casos. Por isso é importante fazer exercícios adequados. O Pilates para gestante é uma das atividades que pede ser desenvolvidas na gestação, e deve ser monitorado por fisioterapeuta especialista na área. Assim, o resultado é rápido e a grávida mantém sua qualidade de vida, e bem-estar apropriado para os nove meses de gestação”, orienta a fisioterapeuta.

#capa #matérias

0 visualização

A vida nos enche de motivos para Celebrar. É só prestar atenção aos detalhes para ver que, ao nosso redor, existem inúmeras razões para festejar, comemorar, reunir e partilhar.

© 2016 Revista Celebrar - Todos os Direitos Reservados - Este Site Foi Orgulhosamente desenvolvido por: Agência Integre

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube