Enviar a matéria pelo WhatsApp

Como saber em quem votar


Tenho ouvido muita gente dizer que não vai votar este ano, que vai anular o voto e que nem vai justificar a ausência porque “compensa pagar a multa, que é muito barata”. Afinal, 3 reais realmente são muito pouco para quem prefere não perder uma manhã na fila de votação.

Essas reações tem sido comuns diante do engodo em que se transformou a nossa política e os nossos políticos atuais. Boa parte deles está envolvida em denúncias, falcatruas, má administração e uma série de outras irregularidades que fazem com que tenhamos nojo da classe política brasileira. É claro que não devemos generalizar, mas a cada dia perdemos a esperança de que isso vá melhorar algum dia.

Só não devemos nos esquecer de que a culpa é nossa. Fomos nós que colocamos esses maus políticos lá em cima. Foi através de quem escolhemos através do voto que a situação chegou aonde chegou e vai continuar assim, ou piorar, se nós mesmos não tomarmos uma atitude correta desta vez. E não votar ou anular o voto vai permitir que os maus políticos, que já tem seu curral eleitoral formado nos rincões do Brasil, continuem exercendo o poder por mais tempo. Porque, ao invés disso, a gente não escolhe gente nova que nunca se elegeu mas tem boas intenções, para assumir o lugar daqueles que estão ali há anos e não fizeram nada pela nação brasileira?

Sabemos que não é fácil escolher alguém, mas saiba que existe sim gente boa e bem intencionada que pode fazer diferente dos que estão eleitos atualmente. Basta pesquisar.

Você pode até dizer que gente nova não tem experiência política, que não daria conta do recado, que faria muita besteira e acabaria se corrompendo como os outros. Pelo menos é isso que tenho ouvido por ai. Mas digo que ser novo na área não significa, necessariamente, não ter conhecimento do assunto. Conheço gente bem intencionada que nunca foi eleita, mas cresceu no meio político e é de uma nova geração que quer, realmente, fazer algo diferente pelo país, como eu ou você gostaríamos.

Nós já sabemos no que deu aqueles que elegemos nos últimos 20 anos – uma parte está na cadeia, outra respondendo a processos por corrupção, muitos citados em delações e os que não estão envolvidos em nada ilícito, adormecem no poder e se vangloriam de não terem seus nomes manchados, só se esquecem de que também nunca fizeram nada a favor do país, estão ali apenas para sugas os cofres públicos. E nesse meio fica difícil encontrar algum político que realmente tenha feito a diferença.

Hoje, a tecnologia nos possibilita saber quem é quem nesse mar de pessoas que se anunciam como postulantes a uma vaga na política. É muito fácil pesquisar na internet ou usar aplicativos que vão te dizer se aquele político tem uma extensa “capivara” ou se realmente trabalhou direitinho com os votos que o elegeram. Um desses aplicativos se chama “Detector de Ficha de Políticos”, desenvolvido pelo Site Reclame Aqui. Através dele, você pode fotografar a imagem de um político já eleito e receber a ficha completa, com todas as ações a que ele responde na justiça. Se não houver nada, o aplicativo informa que o político é ficha limpa.

Mas como só rastreia os “beós” de políticos, como fazer então para saber de algum propenso candidato que nunca se elegeu? Simples, basta encontrar sua página ou seu perfil no Facebook ou Instagram e ver o que ele posta. Por ali já dá para se ter uma boa ideia das suas propostas, sua maneira de enxergar o país, suas intenções e postura moral e política. Lembre-se que os posts pessoais ou compartilhados dizem muito sobre o cidadão, tanto que várias empresas escolhem seus candidatos a uma vaga pelo que eles dizem nas redes sociais. É claro que para escolher um futuro deputado, por exemplo, não seria uma radiografia profunda, mas já dá pra saber um pouco do camarada.

O que precisamos mesmo é consertar o erro de estarmos votando errado há muito tempo e a hora é essa. Precisamos aproveitar que o país está de saco cheio dos políticos de carteirinha e promover uma verdadeira e real renovação. O que fizeram os que estão aí, nós já sabemos. O que farão os novos que entrarem, ainda não temos a mínima ideia, mas é com eles que podemos ter a chance de algo novo. Foi por ter medo de mudanças que erramos a vida toda e o momento é de deixar esse medo para trás.

Pense nisso na hora de escolher quem você quer que te represente – seja aqui no estado ou em Brasília – e não desperdice seu direito de cidadão, não votando ou anulando seu voto. Se fizer isso, não é só você que vai sofrer as consequências.

#matérias #capa

0 visualização

A vida nos enche de motivos para Celebrar. É só prestar atenção aos detalhes para ver que, ao nosso redor, existem inúmeras razões para festejar, comemorar, reunir e partilhar.

© 2016 Revista Celebrar - Todos os Direitos Reservados - Este Site Foi Orgulhosamente desenvolvido por: Agência Integre

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube