Enviar a matéria pelo WhatsApp

Você sabe como se forma a Celulite?


A tão indesejada “celulite” é uma marca na pele das áreas do corpo de maior acúmulo de tecido adiposo, como nádegas e coxas, e se forma como consequência de um processo complexo de má nutrição e falta de oxigenação das células de gorduras nessas áreas.

Os hormônios femininos estimulam a diferenciação do corpo da mulher seguindo um padrão ginecóide, que é responsável pelo aumento dos quadris e acúmulo de gordura no bumbum, na bananinha, nos culotes e nas coxas, e às vezes na barriga também. Essas regiões já são propensas ao inchaço por acúmulo de linfa, que piora com o sedentarismo, ganho de peso, tabagismo e hábitos de vida estressantes.

O processo de má circulação dificulta a chegada de sangue oxigenado para as células de gordura,que morrem, formando traves fibróticas que repuxam a pele, dando aquele aspecto de casca de laranja. Além disso, com a perda de colágeno pelo passar da idade, o aumento da flacidez da pele piora a sustentação do tecido como um todo e agrava a celulite.

O tratamento sempre terá com o objetivo equilibrar a drenagem linfática, reduzir a camada de gordura, melhorar a circulação dos vasos sanguíneos, atingir um tônus muscular firme e tratar a flacidez, quando houver. Entram nessa lista: dieta hipocalórica e hipogordurosa, evitar tabagismo e excesso de álcool, técnicas de drenagem do inchaço por aparelhos ou por massagens, exercício físico regular, radiofrequência monopolar, para combate à flacidez e morte das células de gordura, e injeções de bioestimuladores de colágeno, como o Sculptra. Quanto maior a disciplina e a associação de tratamentos, melhor será o resultado!

#matérias #capa

0 visualização

A vida nos enche de motivos para Celebrar. É só prestar atenção aos detalhes para ver que, ao nosso redor, existem inúmeras razões para festejar, comemorar, reunir e partilhar.

© 2016 Revista Celebrar - Todos os Direitos Reservados - Este Site Foi Orgulhosamente desenvolvido por: Agência Integre

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube