A vida nos enche de motivos para Celebrar. É só prestar atenção aos detalhes para ver que, ao nosso redor, existem inúmeras razões para festejar, comemorar, reunir e partilhar.

© 2016 Revista Celebrar - Todos os Direitos Reservados - Este Site Foi Orgulhosamente desenvolvido por: Agência Integre

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
Enviar a matéria pelo WhatsApp
  • Admin

Organize a festa dos filhos sem gastar muito


O aniversário do seu filho está chegando e já começou aquela preocupação com a festa? Sabemos como é! Por isso, separamos 10 dicas que vão te ajudar a organizar a festinha sem gastar uma fortuna!

1. Fique por perto

Faça a festa no salão do seu próprio prédio ou em sua casa para facilitar o leva e traz de coisas, que será intenso. Já pensou quantas vezes você não vai precisar entrar no carro para levar mantimentos, decoração e utensílios se resolver fazer a comemoração no quintal da casa da sua mãe ou no lindo salão da comadre?

2. Enxugue a lista de convidados

É natural achar que você tem que convidar Deus e o mundo para o aniversário do seu filho como forma de retribuição por tanto carinho e convites no passado. Porém, a realidade é que quanto maior o número de convidados mais cara a festa vai ficar. Para evitar perder a conta, delimite uma quantidade de pessoas logo no começo do seu planejamento e não ultrapasse essa linha. Considere que é uma festa de crianças, então convide mesmo só quem vai se entreter por três ou quatro horas em um ambiente de muita gritaria e confusão.

3. Ofereça petiscos fáceis de preparar

Comida é uma das partes mais importantes da festa, o que não quer dizer que você precisa oferecer um refeição completa para seus convidados. Lembre-se de que é uma comemoração de crianças, então concentre o menu naquilo que elas mais gostam: pizza, cachorro quente, batatinha, palitos de cenoura, quadradinhos de queijo, ovo de codorna, bolo, brigadeiro e sucos.

4. Diversão clássica

Não pense que teatrinho, show de mágica ou número musical com personagens dos filmes vão prender mais a atenção das crianças do que as boas e velhas brincadeiras de roda, seu mestre mandou, caça ao tesouro ou esconde-esconde. Desde que haja algum adulto disposto a organizar os pequenos e a guiá-los na brincadeira, eles certamente vão se divertir até mais se tiverem a chance de correr bastante e interagir entre si.

5. "Contrate" alguém da família

Se você não gosta muito de aparecer ou tem pouca paciência para entreter muitas crianças ao mesmo tempo, quem sabe entre seus familiares e conhecidos não exista alguém que adore fazer palhaçadas? Será que um de seus conhecidos não é bom malabarista ou tem mão firme para fazer tatuagens falsas e pinturas nos rostinhos das crianças?

6. Mande os convites por email ou rede social

Convites de papel custam caro e levam mais tempo para ser indivudualmente endereçados. Em vez disso, opte por um convite virtual, escolhendo entre os inúmeros fundos e fotos gratuitamente disponíveis na Internet ou compondo seu próprio texto e imagem.

7. Invista em pratos coloridos

Imagine só quantas festas ainda estão por vir? Diante disso, o melhor é comprar pratos, copos e utensílios descartáveis em quantidade maior, direto de distribuidores ou lojas especializadas em festas, em vez de supermercados ou lojinhas de bairro. Se você comprar material todo colorido, e não de personagens específicos, poderá fazer diferentes combinações ao longo dos anos e encompridar bastante a vida dos produtos.

8. Monte lembrancinhas úteis

Uma das maiores fontes de desperdício de dinheiro nas festas são aquelas lembrancinhas de brinquedos baratos e praticamente descartáveis. Tente algo diferente. Você pode, por exemplo, comprar caixas grandes de lápis de cor, giz de cera, tinta para pintar com os dedos, adesivos, carimbos e papel, e depois dividir tudo em saquinhos menores para montar um kit de arte para cada criança.

9. Encomende pelo boca a boca

Se você trabalha, não tem tempo ou não gosta de fazer os comes, faça uma boa pesquisa entre suas amigas e conhecidas para descobrir alguns nomes de pessoas que aceitem encomendas para festas, tenham preço justo e ótima qualidade de ingredientes. Você não precisa se prender a um profissional só para tudo, dos salgadinhos ao bolo e doces, mas leve em conta que costuma sair mais barato negociar vários produtos com um fornecedor só.

10. Faça a festa na escolinha

Crianças menores de 3 anos ainda não têm grande necessidade de mostrar seus brinquedos ou sua casa para os amigos, então por que não consultar a escola ou creche e fazer um bolinho por lá mesmo? Ele vai adorar ser o centro das atenções entre os amiguinhos da mesma idade e da professora. Pergunte se pode levar o bolo, alguns docinhos, suco e balões para enfeitar. Sai bem mais barato do que convidar a família inteira dos dois lados.

Com informações de Babycenter.com

#capa #Matérias

16 visualizações