Enviar a matéria pelo WhatsApp

5 dicas para ter o loiro perfeito


Estar com o cabelo maravilhoso, com brilho e macio, não é simples, ainda mais para quem tinge. Mas calma, calma, não criemos pânico! A Celebrar separou 5 dicas que vão te ajudar a arrasar como Gisele.

1. Escolha o melhor profissional ao seu alcance

Depois que Beyonce, Rihanna e Sabrina Sato clarearam os fios e ficaram ainda mais bonitas, o mito que a cor só é acessível para quem tem pele clarinha foi enterrado de vez. É fundamental, porém, a consultoria de um colorista qualificado para indicar o loiro ideal para cada uma. “São muitas as variáveis: não só a cor da pele, mas a “temperatura” dela, ou seja, se é quente ou fria (grosso modo, as quentes bronzeiam com facilidade, enquanto as frias ficam vermelhas); cor original do cabelo, da sobrancelha, formato do rosto, isso sem falar na escolha dos inúmeros tons de loiros disponíveis”, enumera Romeu Felipe. Só um bom profissional pode montar esse quebra-cabeça. Se a ideia é conseguir um loiro “de rica”, nada de soluções caseiras (nunca é demais lembrar...)

2. Esteja disposta a contar toda a verdade para ele Por quantas químicas por seu cabelo passou recentemente? Por incrível que possa parecer, no afã de virarem loiras, algumas mulheres escondem informações importantes, que indicam se o cabelo está pronto ou não para receber um novo processo químico. “Conforme o caso, o clareamento, ainda mais se for de vários tons, não é possível de imediato – é preciso passar por uma reconstrução capilar antes – que deve ser iniciado pelo menos um mês antes da descolaração”, fala o colorista. O tratamento ajuda no fortalecimento e dá mais consistência à fibra. Cuidado para que, além de não conseguir o loiro dos sonhos, detonar o cabelo.

3. Estilo de vida também conta Informações que também devem constar da conversa inicial com o colorista: com qual frequência pretende voltar ao salão, quanto tempo tem para cuidar do cabelo em casa e quais os produtos que usa. O estilo de vida também conta. Trabalha muito? Faz academia, esportes? Natação? Estuda? É casada, tem filhos? Gosta de uma balada? Como é sua alimentação? “São dados corriqueiros, mas preciosos, que fazem toda a diferença na hora de se fazer entender e garantir 100% de sucesso na hora da transformação”, fala Romeu, que acrescenta: “A partir deles, o profissional irá pensar em uma mudança que se adapte ao seu dia a dia”. E também na melhor maneira para manter os seus fios lindos e saudáveis, pelo menos, até a sua próxima visita ao salão. Yasmin Brunet, por exemplo, foi taxativa: disse que voltaria ao salão após um ano. Por isso, por isso, o colorista manteve a raiz dela mais natural, “esfumada”.

4. Virar loira é um investimento, tenha consciência disso Sabemos que você já leu isso antes. Mas é bom reforçar: esteja disposta em adquirir produtos de qualidade – que serão usados em quantidade! Por mais que a indústria da beleza tenha dado passos importantes no desenvolvimento de tinturas menos agressivas, não existe milagre. Além de produtos para manutenção da cor e da saúde dos fios, vai precisar de linhas específicas para cabelo loiro – como as que disponibilizam o pigmento violeta, que neutraliza o amarelado. Confie na expertise do profissional também nessa hora. “Ele poderá indicar os melhores cosméticos para que a cor dos seus cabelos permaneça intacta ou facilite a maneira para você modelá-los sozinha”, fala Romeu.

5. Cuidado com o loiro da moda As tendências são bacanas, trazem direção, novidade, mas, como o nome diz, são tendências. Cabe a você se perguntar se são boas para você ou não. Um dos loiros do momento, o platinado, é arriscado. Fica melhor em quem tem pele bem clara e exige alta manutenção. Outra tendência complicada é da cor uniforme, que vem desde a raiz. Quando você clareia apenas comprimento e ponta, preserva a integridade dela – evitando quebras e outros problemas. Foi por esse motivo que Gabriela Pugliesi procurou Romeu Felipe: pediu para que escurecesse a raiz e assim, conforme o cabelo crescesse, o tom igualasse com o castanho natural dela. A loirice foi mantida no comprimento e pontas. Existem, porém, vários loiros da moda para serem explorados: o doce de leite, o caramelo e o avelã. “São cores com fundos quentes, que se aproximam muito das cores naturais de base das brasileiras”, diz Romeu, que destaca também os dourados, bronzes e amendoados. O mix de duas técnicas de mechas -- babylights (fininhas) e mechas mais largas, que Romeu emprega bastante, é outra solução interessante. “Acredito que o loiro agora tem um aspecto mais natural, sem divisões marcadas, como no ombré”, conclui Romeu

#capa #Matérias

131 visualizações

A vida nos enche de motivos para Celebrar. É só prestar atenção aos detalhes para ver que, ao nosso redor, existem inúmeras razões para festejar, comemorar, reunir e partilhar.

© 2016 Revista Celebrar - Todos os Direitos Reservados - Este Site Foi Orgulhosamente desenvolvido por: Agência Integre

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube